Condenado: Ex-presidente Lula é sentenciado

Escrito por on 12/07/2017

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi condenado pelo juiz Sergio Moro, em ação penal que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex na cidade do Guarujá, no litoral Paulista a nove anos e seis meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em suas alegações finais o juiz declarou , entre outras coisas que “o ex-Presidente dirigiu a formação de um esquema criminoso de desvios de recursos públicos, destinados a comprar apoio parlamentar, enriquecer indevidamente os envolvidos e financiar campanhas eleitorais do Partido dos Trabalhadores”.

Juíz MoroJuíz Sérgio Moro

Na conclusão da sentença Sergio Moro afirma: “Considerando que a prisão cautelar de um ex-Presidente da República não deixa de envolver certos traumas, a prudência recomenda que se aguarde o julgamento pela Corte de Apelação antes de se extrair as consequências próprias da condenação. Assim, poderá o ex-Presidente Luiz apresentar a sua apelação em liberdade.

Por fim, registre-se que a presente condenação não traz a este julgador qualquer satisfação pessoal, pelo contrário. É de todo lamentável que um ex-Presidente da República seja condenado criminalmente, mas a causa disso são os crimes por ele praticados e a culpa não é da regular aplicação da lei. Prevalece, enfim, o ditado ‘não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você’ (uma adaptação livre de ‘be you never so high the law is above you).

 Transitada em julgado, lancem o nome dos condenados no rol dos culpados. Procedam-se às anotações e comunicações de praxe (inclusive ao TRE, para os fins do artigo 15, III, da Constituição Federal)”.

Além de Lula, outras seis pessoas foram envolvidas nesta ação. São eles: Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS; Paulo Gordilho, arquiteto e ex-executivo da OAS; Fábio Hori Yanamine, ex-presidente da OAS e Roberto Moreira Ferreira, ligado à OAS.

 

Repercussão Internacional

Após a divulgação do ex presidente Lula, o assunto virou pauta em todo mundo.

 

Argentina

El Clarin : “Condenaron a Lula da Silva a 9 años de prisión por corrupción”. O jornal argentino, em sua capa, destaca a Lava Jato  e lembra que esta é a primeira condenação a um político do PT no âmbito da Operação Lava-Jato e que a sentença deve ser confirmada em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal.

“La Nación”, também da Argentina, ressalta que, apesar da condenação de Lula não ser exatamente uma surpresa, ela vem em um momento de extrema tensão política no Brasil.

 

Venezuela

O  “El Universal” tem a condenação de Lula como notícia principal do seu site. O jornal ressalta que a condenação de Lula é parte de uma extensa investigação de corrupção “que agitou os círculos políticos e empresariais do Brasil, e mandou políticos de elite para a prisão.

 

Estados Unidos

The New York Times: “Former Brasil President da Silva sentenced to Nearly 10 ears on Corruption Conviction”, afirma que trata-se de “um revés impressionante para um político que exerceu enorme influência na América Latina por décadas”.

O “The Washington Post” também noticiou a condenação, e lembrou que Lula “está liderando as pesquisas de voto para a próxima eleição presidencial”.

 

Inglaterra

Na Europa, a rede britânica BBC repercute a condenação de Lula, e lembra que o ex-presidente rejeita as acusações e diz que o julgamento tem motivação política.

 

França

 O  “Le Figaro”  repercute a condenação e se refere a Lula como “um ícone da esquerda” no Brasil.

 

Alemanha

A revista semanal  “Der Spiegel” relata a condenação de Lula, salientando que “a sentença é parte de uma investigação de corrupção mais ampla que afeta a política brasileira e a economia do país”.

 

Espanha

 O “El País” diz que “o caso Petrobras fez sua maior vítima nos três anos que leva debulhando a corrupção nas elites brasileiras”.

 

Uruguai

O “El Pais” destaca a condenação de Lula em sua página principal. Na matéria sobre a condenação, o jornal enfatiza o fato de que Lula é o primeiro ex-presidente condenado por corrupção no Brasil. Justiça

Justiça


Rádio FJR

Rádio FJR

Current track
TITLE
ARTIST

Background